PROJETO QUE VALORIZA MÚSICOS LOCAIS É REJEITADO POR MAIORIA DE VEREADORES



Foi votado na sessão da Câmara Municipal de Eunápolis desta quinta-feira (16) o projeto de lei 16/2019 do vereador Arthur Dapé (DEM) que defende um percentual mínimo de 30% para contratação de empresas e artistas locais em eventos culturais realizados pela Prefeitura.

Segundo o vereador, essa lei, se aprovada, beneficiaria diretamente milhares de pessoas, pois além dos artistas, os músicos, equipe técnica e outros prestadores de serviços necessários para realização de eventos terão espaço garantido.

“Isso faz com que o dinheiro reservado para festas acabe sendo gasto também aqui na cidade, fortalecendo ainda mais nosso comercio e incentivando também a cultura local.” afirmou Arthur Dapé.

O projeto foi apresentado como urgente e entrou na pauta das duas sessões extraordinárias marcadas para após a sessão ordinária.

Muitos vereadores usaram tribuna para falar sobre a importância da valorização dos artistas locais. Os vereadores Jota Batista e Jurandir Leite destacaram a situação calamitosa e em que se encontra o comercio de Eunápolis.

Entretanto a votação de 9 contra e apenas 6 a favor mostrou que nem todos os vereadores entendem que iniciativas imediatas como essa devem ser tomadas para o fortalecimento da economia do município.

Recentemente, a Prefeitura de Eunápolis confirmou a realização dos festejos de São Pedro, o “Pedrão”, evento que movimenta a cidade e atrai um grande público.

Caso essa lei fosse aprovada, muitos grupos musicais e artísticos poderiam fazer parte da programação, valorizando os nossos talentos e injetando dinheiro em empresas locais.
Votação sobre o Projeto de Lei 016/2019:
A favor:
Arthur Dapé
Jurandir
Ramos Filho
Daniel Queiroz
Querubino
Jota Batista
Contra :
Ubaldo Suzart
Zé Miranda
Luizinho
Aderbal
Xinha
Dudu
Gildair
Paulo Brasil
Vavá
Ausente:
Carlos da Auto-escola.

Por atos noticias

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Aqui

Obrigado por acessar Obaianao. 73-98186-8534